-

CONCURSOS GOSPEL "GO"

Concurso

Garganta

de OURO "GO"

Este concurso visa valorizar o talento vocal o cristão. Neste sentido, será partilhado em música ou canto, apenas para inexperientes, grave a sua música ou pregação no formato de vídeo e envie-o para o email concurso@radiogospelstp.st, quanto mais votos tiver mais chance tem de ganhar e se tornar a GARGANTA DE OURO!

Regulamento do Concurso
                                                                              
Introdução
Uma vez que a sociedade santomense é uma sociedade religiosa, cremos que as
iniciativas dessa natureza são sempre bem-vindas, pois estamos numa “terra de nome Santo, com descanso de Príncipe”. No entanto, exige-se regularizar o presente concurso, de modo a estruturar o mesmo, e sobretudo dar Glória devida ao Nome do nosso Senhor Jesus Cristo (!). Assim, rege-se:

Capítulo I
Artigo 1º
(Da Origem/Finalidade)
1. O presente concurso se destina a todos os santomenses, quer residentes no país ou no estrangeiro, cujo objectivo é extrair novos talentos no mundo da música gospel “Cristã”.
a) No tocante aos santomenses residentes no estrangeiro, o(a) candidato(a)
deverá enviar uma cópia do seu trabalho, num suporte audível pelos correios
ao endereço da Rádio Gospel FM Sentindo o Toque da Paz, com uma antecedência mínima de 30 (trinta) dias antes da data de término do concurso;
2. O concurso “Garganta de Ouro”, adiante designado por “GO” é um concurso livre, submetido aos homens e mulheres de Deus, cuja Fé esteja enraizada no Senhor Jesus Cristo, na Sua Obra da Cruz do calvário.
3. O concurso “GO” é semestral, podendo ser alterado para outros períodos
conforme a disponibilidade do patrocínio que vier a arrecadar;

Artigo 2º
(Da entidade)
1. A Rádio Gospel FM Sentindo o Toque da Paz é a entidade emissora e reguladora do Concurso “GO”.
2. Neste sentido, compete a administração da Rádio:
a) Criar, modificar, apresentar, estipular data limites, avaliar os concorrentes, dentre outros aspectos ligados ao concurso;
b) Estabelecer parcerias com outras entidades patrocinadoras do concurso, criando a opção de mencionar o nome da mesma em cada concurso que tiver a intervir;
c) Anular o concurso em questão caso a administração perceber que todos osconcorrentes não possuem requisitos qualificados ao respectivo concurso. Caso o concurso já estiver patrocinado, competirá a Administração da Rádio guardar o prémio para a próxima edição do concurso, se assim entender;
d) Decidir mediante uma equipe, (composta por um profissional a escolher, umelemento da administração da Rádio e um responsável pela entidade patrocinadora do concurso) os vencedores (as) do concurso;    

Artigo 3º
(Dos Participantes)
1. Entende-se como participante ao GO todos os santomenses, cuja idade seja, no
mínimo 5 (cinco) anos até 50 (cinquenta) anos de idade.
2. Cada concorrente poderá participar a solo ou num grupo de 2 (duas) até 7 (sete) pessoas.
3. Cada concorrente poderá participar em cada concurso com apenas 1 (um) trabalho quer seja com arranjos musicais ou não.
4. Não será aceite o mesmo concorrente participar em dois grupos. Caso assim se
identificar, os mesmos grupos serão eliminados;

Artigo 4º
(Do Trabalho a apresentar)
1. Cada trabalho será inédito/original, e deverá estar em formato de vídeo, quer seja de forma profissional ou amadora (gravado por telemóvel ou não), e enviado para o e-mail do concurso.
2. Importa salientar que cada trabalho deverá ter uma voz bem perceptível;
a) Para casos de candidatos residentes no estrangeiro, o vídeo deverá estar
gravado num CD/DVD legível;   

Artigo 5º
(Da duração do concurso)
1. O concurso durará três (3) meses para preparação dos trabalhos, um mês para envio, um mês e quinze dias para votação, quinze dias para avaliação dos resultados.
a) A avaliação dos resultados será baseada na votação do vídeo mais votado pelo
público em geral;
b) Após a selecção do vídeo mais votado competirá a equipe da GO, avaliar e
pontuar os resultados em percentagem;  

Artigo 6º
(Da Votação/Jurados)
1. O Processo de votação será via online, pelos públicos em geral, fazendo notório o valor da votação pelo vídeo mais votado;
2. O Júri será composto por 3 (três) elementos, a saber: o Administrador da Rádio Gospel STP, o responsável da Entidade patrocinadora e pelo artista/compositor cristão mais votado do ano.    

Artigo 7º
(Da Classificação)
1. Serão seleccionados 3 (três) prémios, classificados como 1º, 2º e 3º lugar. Sendo:
a) Para o 1º (primeiro) lugar, será atribuído o valor de 0.000.000,00 de dobras
mais a gravação da música vencedora no Estúdio de Gravação …. (X)
b) Para o 2º (segundo) lugar, será atribuído o valor de 0.000.000,00 dobras;
c) Para o 3º (terceiro) lugar, será atribuído o valor de 000.000,00 dobras;

Capítulo II
Artigo 8º
(Dos Requisitos do trabalho)
1. Cada trabalho (música gravada) enviado, será submetido a avaliação e aprovação aos seguintes requisitos:
a) A Letra da música. A letra da música deverá estar entronizada ao perfil de louvor ao Senhor Jesus Cristo, à sua Obra na Cruz, à Sua Igreja, à santidade e todas as verdades bíblicas que invocam unicamente ao Deus Todo-Poderoso Criador do Céu e da Terra;
b) Tonalidade Vocal. Cada concorrente será avaliado pela sua tonalidade vocal,independentemente de possuir ou não possuir um fundo musical no seu trabalho;
c) Linguagem usual. Tendo em conta que a linguagem é um meio de transmissão de comunicação, é considerado fundamental a clareza, a simplicidade e a valorização da informação no trabalho.
d) Individualidade do louvor. Cada trabalho, a ser apresentado, deverá respeitar
a Individualidade Divina. Qualquer adoração ou invocação a outros seres divinos, santos, anjos, etc., condicionará o(a) candidato(a) ao seu próprio fracasso e eliminação no concurso;

Parágrafo único:
A Administração da Rádio Gospel FM Sentindo o Toque da Paz como entidade emissora e reguladora do presente concurso, poderá alterar a programa do concurso ou adicionar novas modalidades, caso a administração assim o perceber. Por outro lado, como entidadepa trocinadora, qualquer patrocinador ganha o direito de numerar outras modalidades, caso a intencionalidade dos mesmos estejam submetidos ao princípio deste regulamento.







Anunciantes